Sábado
28 de Novembro de 2020 - 
Telefone Fixo/WhatsApp: (21) 2524-4508
Telegram/SMS: (21) 99627-5880
Endereço: Rua Barão de Mesquita, 133, sobrado, parte, Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 20.540-005
CASTRO MAGALHÃES SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

Controle de Processos

Webmail

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
29ºC
Min
23ºC
Poss. de Panc. de Ch

Domingo - Rio de Janei...

Máx
30ºC
Min
24ºC
Parcialmente Nublado

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,35 5,35
EURO 6,39 6,39
LIBRA ES ... 7,14 7,14
GUARANI 0,00 0,00

Últimas notícias

Governo deve apresentar plano de combate à Covid entre indígenas até segunda-feira, decide Barroso

1 de 1 O ministro Luís Roberto Barroso, do STF — Foto: Nelson Jr./SCO/STF O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu que o governo federal tem que apresentar até a próxima segunda-feira (23) o plano de combate à Covid-19 entre os povos indígenas. Barroso é o relator de uma ação apresentada por partidos políticos e pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil sobre o tema. Em 21 de outubro, o ministro deu 20 dias de prazo para a apresentação, mas, em 11 de novembro, a Advocacia-Geral da União (AGU) pediu mais tempo. Segundo a AGU, houve uma "situação imprevisível gerada por ataques cibernéticos" no dia 6, que prejudicaram o funcionamento dos sistemas do Ministério da Saúde. O órgão argumentou que esses ataques impactaram de forma negativa as atividades da Secretaria Especial de Saúde Indígena. Ainda conforme o pedido da AGU, a "indisponibilidade" nos sistemas "comprometeu o levantamento de dados essenciais" para a elaboração da nova versão do plano. Validação do plano No dia 21 de outubro, Barroso decidiu não validar a versão do plano apresentada pelo governo. Na ocasião, o ministro considerou o conjunto de medidas "insatisfatório" e determinou a apresentação de um novo plano. O plano servirá para estabelecer medidas de enfrentamento da pandemia em todas as comunidades indígenas do país. Conforme a decisão de Barroso, o plano deve conter: medidas gerais destinadas a todos os povos indígenas;providências específicas para o atendimento e expansão dos serviços de saúde aos povos indígenas situados em terras indígenas não homologadas;medidas específicas destinadas ao isolamento de invasores e à contenção de novas invasões. No fim de agosto, o ministro validou um segundo plano, que trata especificamente da implementação de barreiras sanitárias para evitar o contágio da doença entre povos isolados e de contato recente. Análise Ouça o episódio do podcast O Assunto sobre a ameaça da Covid-19 aos povos indígenas: CORONAVÍRUS VÍDEOS: Coronavírus: perguntas e respostas VACINA: testes estão em andamento pelo mundo; SIGA as novidades Manual das máscaras: como fazer, como usar e a importância do uso Como se prevenir do coronavírus? Saiba quais os sintomas do coronavírus e quando procurar um médico Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus
20/11/2020 (00:00)
Visitas no site:  319665
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.